2 notes
posted 1 week ago
Bom, acho que todo mundo sabe que eu não escrevo mais em 5j, mas também não consigo ficar sem escrever. Então á unica web que to escrevendo no momento é essa, se vcs quiserem ler o link é: filtrodosonhosw.tumblr.com

Bom, acho que todo mundo sabe que eu não escrevo mais em 5j, mas também não consigo ficar sem escrever. Então á unica web que to escrevendo no momento é essa, se vcs quiserem ler o link é: filtrodosonhosw.tumblr.com

2 notes
posted 2 weeks ago
Anonymous said,
"jan agr q acabou vc podia falar qm é o pai da angel ne kkk"

hauahauhaua era o caio msm

1 note
posted 2 weeks ago
filtrodosonhosw said,
"divulga? agshdjkf obg dsd ja"

divulgando AE WEB NOVA GALERA

0 notes
posted 3 weeks ago
myworldandits said,
"Falta so me aceitar no facebook :)))"

tu eh gabriela? aceitei

0 notes
posted 3 weeks ago
Anonymous said,
"vc se incomodaria se alguém usasse essa musica do good charlotte cm tema de outra web?"

nao sjsjakajsk pode usar eh claro a musica n eh minha kkkkkk

0 notes
posted 3 weeks ago
myworldandits said,
"Quase chorei lendo.Jan preciso de mandar um bagulho,mando por onde em ?"

auhaua somos duas, me manda pelo facebook /janyne.gomes me add la ou twitter @smoldershits ☺️

0 notes
posted 3 weeks ago
Anonymous said,
"caaaaaaaaaara a thalia falou pro felipe da lola, PQP, COMASSIM, maano como eu ia shippar os dois :/"

huahauahauah da sdd de escrever :(

6 notes
posted 3 weeks ago

Eu: Como assim você tem uma biblioteca? Como assim tem uma mesa de sinuca na sua biblioteca?

Alex: A biblioteca foi ideia do meu pai, a mesa de sinuca foi ideia minha.

Eu: Que surpresa.

Alex: Quer jogar?

Eu: Depende, você quer perder?

Alex: Eu tenho uma mesa de sinuca na minha casa, acha que eu vou perder? - Ele falou enquanto arrumava a mesa de sinuca pra gente poder jogar e eu pegava dois tacos.

Eu: Quer apostar?

Alex: Você tem dinheiro pra apostar? - Ele arqueou uma sobrancelha.

Eu: Não.

Entreguei um taco pra ele.

Alex: Eu tenho uma ideia melhor.

Eu: Lá vem.

Alex: A cada bola que eu acertar, você tira uma peça de roupa. O mesmo vale pra mim.

Revirei os olhos.

Eu: Você sabe contar? Tem muito mais bola que peça de roupa, antes do jogo acabar nós dois já não vamos ter mais roupa pra tirar.

Alex: Eu sei.

Ele olhou pra mim e sorriu, depois, abaixou e deu a primeira tacada, mandando duas bolas direto pro buraco.

Alex: Pode fazer um strip, se quiser, é mais interessante.

Eu: Beleza. É só uma peça de roupa por rodada, não interessa quantas bolas você acertar e uma pessoa de cada vez, não interessa se você errar ou não a jogada.

Alex: Tira logo a roupa, Thalia.

Tirei os chinelos e sorri. Depois, abaixei e dei uma tacada sem nem olhar direito, acertei uma bola.

O Alex tirou a camisa sem nenhum rodeio.

E eu que achava bobeira o monte de luta e treino que ele fazia. Olha, valeu a pena.

Ele abaixou e deu outra tacada, acertando uma bola. Tirei a blusa.

Alex: Sutiã bacana.

Olhei pro meu sutiã, branco com bolinha vermelha.

Eu: Cala boca.

Alex: Só falta calcinha bege.

Puxei meu short e olhei minha calcinha.

Eu: É vermelha… de renda.

Alex: Mal posso esperar pra ganhar esse jogo.

Dei uma tacada e errei, o mesmo aconteceu com o Alex. Na segunda tentativa, eu acertei.

Eu: Espero que seja cueca box.

Ele sorriu e tirou o cordão de corda que tava pendurado no pescoço.

Eu: Isso é trapaça.

Alex: Sua primeira peça de roupa foi um chinelo. - Ele argumentou.

Depois, ele deu uma tacada e errou.

Eu: Há!

Na minha vez, eu acertei.

Eu: Tem mais algum cordão pra tirar, Alex?

Alex: Não sei do que você ta rindo, não tem como ganhar esse jogo com roupa.

Eu: Vai ser melhor se eu fizer você tirar a sua primeiro.

Alex: Pra sua sorte, é cueca box.

Ele tirou a bermuda e… É, era mesmo cueca box.

Depois, ele abaixou tranquilamente e acertou outra bola.

Alex: Espero que seja mesmo calcinha de renda.

Revirei os olhos, tirei o short e joguei nele.

Alex: Posso ficar com isso? - Ele apontou pro short.

Eu: Você já era.

Abaixei pra dar a tacada e tirar a ultima peça de roupa do Alex. Ia ser uma tacada meio difícil, mas eu conseguia.

Alex: Quer ajuda?

Ele veio pro trás de mim e pôs a mão na minha cintura.

Eu: Não. Você vai me distrair.

Alex: Óbvio que vou, é o que eu faço de melhor.

Me preparei pra tacar e ele subiu a mão. Achei que ele fosse agarrar meu sutiã e acabei tacando de qualquer jeito. Errei.

Eu: Isso não valeu! Você quase enfiou a mão no meu peito.

Alex: Eu não sabia que tinha regra contra isso.

Ele saiu de perto de mim e se abaixou pra tacar.

Eu: Quer ajuda também?

Alex: Esse truque é meu.

Ele tacou e acertou uma bola. Droga.

Levantou com um sorriso malicioso/vitorioso no roso.

Alex: E aí? Qual vai ser? Calcinha ou sutiã?

Eu: Você trapaceou.

Alex: Calcinha ou sutiã?

Bufei. Ele voltou pra perto de mim e se apoiou com a mão na mesa.

Alex: Quer ajuda pra tirar?

Ah, foda-se se ele é meu amigo e o caralho a quatro. Ele é muito gostoso.

Eu: Você quer me ajudar?

Alex: Se eu quiser, vou escolher a melhor parte.

Ele colocou a mão embaixo da minha cintura, na minha calcinha e puxou de leve.

Alex: Á não ser que você me deixe tirar as duas.

Depois de meio segundo, eu tava sentada em cima da mesa de sinuca, beijando meu melhor amigo como se não houvesse amanhã.

Nem lembro quando escrevi isso (e tambem nao ta corrigido) mas tava aqui nos rascunhos então to postando kk

3 notes
posted 3 weeks ago

Apertei a mão dele com força.

Eu: Ah, ok… Espera, o quê? Como assim presa? E a mãe dela? e o pai? E porque você sabe e eu não?

Rodrigo: Respira fundo, Thalia! - Ele me cortou. - É uma longa história. Mas o importante é que ela quer que você e o resto dos seus amigos a ajudem a sair de lá. Será que você pode fazer por ela?

Eu: Eu nem sei qual é a clínica! - Coloquei as duas mãos no rosto e fiquei assim por uns cinco segundos, depois tirei e olhei pra ele. - Ok, você vai ter que me dar mais detalhes.

Ele me disse que uns policiais flagraram a Angel na praia, de ressaca, e por ser menor de idade acabou sendo “apreendida”. Obvio que acabou dando merda pros pais dela. E, pior: fizeram uns exames na Angel e descobriram as coisas que ela usa. O juizado só não multou, tirou a guarda deles e ainda os levou presos com a condição da Angel ser internada nesse centro aí.

Rodrigo: Eu já entrei lá uma vez. É possível.

Eu: E porque ela não me disse nada?

Rodrigo: Você acha que ela teve tempo pra isso?! Eu só descobri porque ela não atendia minhas ligações e matava aulas há dias. Fui na casa dela tirar satisfação. Como… Como professor, é claro. - Ele coçou a nuca.

Revirei os olhos.

Eu: Você não pode fazer nada, sei lá, como professor? Falar que ela é uma boa aluna? Não tem jeito dela sair de lá, hã… Legalmente?

Ele deu uma risada.

Rodrigo: Você tá gozando, né?

Arregalei os olhos, obviamente levando pro segundo sentido da palavra.

Ele coçou a garganta e ficou todo vermelho, provavelmente pensando na mesma coisa e olhando pros lados nervoso.

Rodrigo: Temos que parar de andar com a Angel. - Então deu um sorriso com vontade de virar risada, mas não era momento pra isso.

Também segurei uma risada.

Eu: Tem jeito dela sair de lá legalmente ou não?

Rodrigo: Porra, Thalia! É claro que não! Ela tá viciada em cocaína, você sabe… Você sabe o que isso significa?! - Ele abaixou o tom de voz: - Você… Você já sabia disso?

Segurei outra risada, meu professor de literatura xingando na sala da minha casa, quem diria.

Eu: Óbvio que sabia, quer dizer, tinha noção. Mas, meu Deus, é a Angel! Ela não é que nem esses perdedores que vendem a mãe pra comprar droga, ela sabe até onde vai.

Rodrigo: Você só pode estar de brincadeira! Estamos falando da mesma Angel?! - Ele apertou os olhos e repetiu minha frase com uma cara cínica: - “Ela sabe até onde vai”. Você era amiga dela, Thalia, devia ter feito alguma coisa.

Eu: Ah, ela não podia se apaixonar por um cara certinho, tinha que ser o professor de literatura. - Bufei - O que você queria que eu fizesse? O que eu podia fazer?! Você que devia ter feito algo, você é a droga do professor!

Rodrigo: Eu não sou tão certinho quanto você pensa. - Ele apoiou os cotovelos nos braços do sofá. - Eu sabia que ela usava. Não era á favor, mas não era contra. Eu sei que vocês fazem isso.  Eu também já fiz isso. Uma coisa é de vez em quando, em uma festa ou o que seja! Mas você convive com ela, Thalia. Você sabia que ela tava indo muito além do que uma curtição em uma noite.

Eu: Acho que você esqueceu o fato que a gente brigou e que você passa muito mais tempo com ela do que eu.

Rodrigo: Acho que você esqueceu o fato de que você conhece ela a vida toda, e de que eu sou “a droga do professor”. Passava o dia dando aula, e só nós encontrávamos á noite, que passávamos… Você sabe.

Ele corou de novo.

Rodrigo: Estou eu falando da minha vida sexual com uma aluna.

Coloquei o cotovelo no braço do sofá e a mão na testa. 

Eu: Coisa que eu não quero imaginar. Você acha que a Angel ia chegar e falar “Oi, Thalia, to viciada em cocaína, passar bem”? Eu não tenho culpa! Eu não posso chegar e mandar ela parar de usar se eu também faço as mesmas coisas, isso é hipocrisia. - Tampei a boca com a mão. - Acabei de falar pro meu professor que uso droga.

Ele revirou os olhos. 

Rodrigo: Tá, vamos estabelecer um acordo aqui porque isso não tá acontecendo. - Ele suspirou. - Á partir de abora nós somos amigos, tá legal?! Colegas, seja o que for. Não pode ser tão difícil assim.

Eu: Hm, ok então. Eu vou falar com meus amigos e a gente tenta tirar ela de lá, aliás, como você entrou?

-

Eu: Precisamos de uma festa.

Lola: De novo esse papo?

A gente tava na garagem do Felipe, onde aparentemente todas as reuniões de amigos acontecem. Sei lá do que eu to falando, to bêbada. Esse geralmente também é o lugar que a gente vem ficar bêbado.

Eu: É sério, a gente não se diverte maisssss! Somos adolescentes e vocês dois já tem mais rugas de preocupação que minha mãe.

Lola: A gente tem ruga de preocupação porque nossa amiga ta numa clinica de reabilitação, você também tinha essas rugas antes de ficar bêbada.

Felipe: Thalia, me dá essa garrafa, você vai passar mal.

Ele tentou pegar a garrafa mas eu tirei ela de perto e abracei como se fosse meu ursinho de pelúcia favorito e eu tivesse seis anos.

Lola: Deixa pra lá, ela ta assim por causa do Alex.

Felipe: Ela que supere isso, ele tá vindo pra cá. Como vamos tirar a Angel de lá?

Eu: Como se tira uma drogada de uma clinica de reabilitação cheia de policiais e médicos e caras da seringa e pessoas que já tentaram sair de lá mil vezes mas não conseguiram e médicos.

Dei risada. O Felipe levantou.

Felipe: Chega, me da essa garrafa.

Eu: Você só ta assim porque é sua namoradinha que tá trancada lá. E Lola só ta preocupado porque você ta preocupado.

Felipe: Quê?

Eu: Ela gosta de você, Felipe. Ela queria que você percebesse por conta própria mas você é muito lesado. – Levantei as mãos pro teto – Uhu! Cadê os fogos de artifício? O segredo foi revelado!

Lola olhou pra mim com nojo.

Lola: Não precisa tentar estragar minha amizade com Felipe só porque a sua com o Alex não deu certo.

Eu: Ah, e a sua vai muito bem, não é, Lola?! Dá pra você me contar de novo como foi bom ver a Angel e o Felipe transando na sua frente?

Felipe: O quê?!

Eu: Eu até mesmo bêbada sou mais inteligente que você.

Lola: Para de ser tão amarga, Thalia.

O Felipe virou pra Lola, provavelmente querendo perguntar se é verdade o que eu disse, mas nesse momento a porta da garagem abriu e o Alex entrou junto com uma guria loira peituda e uma garrafa de bebida na mão.

E a melhor parte de estar bêbada: Eu não dava a mínima, não dava a mínima se era uma loira peituda ou a Giulia ou até um homem.

Alex: Pessoal, essa é a… Qual é seu nome mesmo?

Peituda: Lara.

Alex: Bom, esse é o pessoal.

Felipe: Ah, fala sério, Alex. Qual a parte de assunto sério você não entendeu?

Lara: Você é o Felipe, né? Eu adoro sua banda.

Felipe: Eu cansei do drama de vocês dois. – Ele apontou pra mim e pro Alex. – Divirtam-se, façam um ménage, sei lá. Vem Lola. – Ele levantou.

Lola: Acho melhor ficar aqui.

Felipe: Por que?

Lola: Porque, porra Felipe, eu sei que você quer ela fora de lá porque você ta apaixonado por ela, ok. Mas se ela ta internada lá, pra inicio de conversa, é porque ela precisa.

Eu: Não.

Lola: Não o que?

Eu: Não vou deixar minha melhor amiga num hospício. A gente tem que tirar ela de lá.

Felipe: Tá, então você pode conversar comigo quando tiver sóbria.

Felipe sentou no sofá de novo. Virei pra loira peituda.

Eu: Quer? – Ofereci a garrafa.

Foi quando bateram na porta e a Lola abriu. Era ninguém menos que nosso professor de literatura e namorado da Angel.

Foi aí que eu lembrei que tinha combinado de contar pra galera sobre a Angel e esperar ele pra gente discutir sobre como tirar ela de lá. E eu fiz isso, só que no meio do caminho fiquei bêbada.

Rodrigo: É… Oi. - Primeiro ele olhou pra todo mundo com uma cara de nada, meio tímido, mas então viu a garrafa na minha mão e apontou. - Isso é vodca?

Eu: Depende…?

Rodrigo: Com licença. - Ele deu aceninho pra todo mundo com a cabeça, cumprimentando. Então veio até mim no sofá, sentando do meu lado e estendeu a mão. - Posso?

Ele parou depois de um bom tempo e começou a tossir sem parar fazendo careta. Daí limpou o boca com o braço. Rodrigo: Não é o que eu tô acostumado a fazer, muito menos com alunos vendo. Mas, porra - Ele tossiu mais um pouco. - Minha namorada tá internada em uma clínica por uso de cocaína!

Tive um ataque de riso.

Eu: E você nem sabe beber.

Rodrigo: Vai se foder. - Ele pegou um maço de cigarros no bolso.

Alex: Essa é a situação mais estranha que eu já presenciei. E se eu contar pra vocês quantas situações sexuais estranhas…

Lola: Não, pelo amor de Deus, não.

Rodrigo: … Lara? - Ele acendeu um cigarro.

Foi ai que eu vi que a tal Lara tava mais vermelha que um tomate.

Lara: Professor.

Rodrigo: Você não mencionou a Lara como parte do grupo. Já tem gente demais sabendo, não acha, Thalia? - Ele olhou pra mim de dentes trincados e depois tragou.

Eu: A Lara é a ficante do dia do Alex… Foi mal?

 (fizemos só ate aqui e eu nem corrigi uma parte mas ta ai afgshjd)

0 notes
posted 3 weeks ago

OBS: Paloma ja tinha escrito o primeiro capitulo da segunda temporada mas tava no face e tumblr da web dela, o face dela foi excluido e o tumblr da web eu esqueci a senha e ela nao ta mais aqui pra me passar, entao vou postar o segundo direto ok? ok